www.veronicammiranda.com.br    


Apresentação

(Clique nas imagens para acessar)

Artesanias

 

Em  agosto de 1999 nascia o sítio Artesanias de Verônica Miranda. Artesanias nasceu do desejo do todo. Da busca, através de várias expressões artísticas que foram brotando e  somando-se em busca de um sentido. Da associação com os trabalhos dos alfareros pré-colombianos onde a arte era ao mesmo tempo a arte, o sagrado, o utilitário, e integrada ao cotidiano - a arte do coração - surgiu o nome Artesanias. Menos pelo significado estético e contemporâneo da palavra, e mais pelo significado do tear e tecer o tecido da existência, o artesanato da alma.

Aí o lugar de uma roda, de um movimento circular, da argila, das cores, dos sentimentos, das sensações, das intuições, da arte como criação, criando um espaço próprio para o pensamento criativo e que jorra, que se ordena dentro de outros parâmetros. Foram surgindo esculturas, pinturas, fotomontagens, crônicas, poesias e ensaios.

Em fevereiro de 2000 Artesanias se desdobrou em outra página - A Arte e o Sagrado. Esta nasceu de um refletir sobre a finalidade da arte e de minha trajetória, do artista como elo na cadeia da vida, e como um elo para a transformação da cultura enquanto ele mesmo se transforma. O sagrado em um sentido cósmico, e que anuncia a evolução da consciência humana prescinde da divisão sagrado e profano. O profano é o sagrado, o cotidiano é divino, a cultura  através do ser humano é a mediação para a transformação. É o lugar da multiplicidade, do visível e invisível, do consciente e inconsciente, do encontro com a natureza, do fazer-se a alteridade, do tornar-se um fluxo com a natureza, consigo mesmo e com os outros, na constituição do todo.

Em agosto de 2000 outro desdobramento, a construção de Viçosa do Ceará - Uma Página não Oficial. Nasceu da necessidade da cidade como a construção do lugar simbólico, da cidade eterna. Uma cidade não é somente uma cidade. Como diz o poeta Thiago de Mello, que com sua poesia Sugestão inspira esses movimentos: Uma cidade, sim. Edificada /nas nuvens, não no chão por onde vais, /e alicerçada, fundo, nos teus dias, /de jeito assim que dentro dela caiba /o mundo inteiro: as árvores, as crianças, /o mar e o sol, a noite e os passarinhos, /e sobretudo caibas tu, inteiro:/o que te suja, o que te transfigura, /teus pecados mortais, tuas bravuras, /tudo afinal o que te faz viver /e mais o tudo que, vivendo, fazes. 

Uma cidade de cântico e barro, sonho e sangue. Um lugar das raízes, da ancestralidade, e que não impede de se estar no mundo inteiro, no global, unindo cultura e natureza, céu e terra, visível e invisível. Uma cidade que pode concretamente ser visitada, e  quiçá possa servir de inspiração. Faze agora a tua cidade eterna! 

Artesanias de Verônica Miranda agora une em um só espaço as três pontas deste mesmo laço, transformou-se em um ponto de interseção, em um espaço da arte e cultura, da multiplicidade que é o fazer artístico, humano e sagrado. É também o espaço da aprendizagem, que se faz como um processo, e em um nó de relações.  Convido-os a visitarem as páginas e sejam bem-vindos.

Verônica Maria Mapurunga de Miranda

01.08.2004

 

A Arte e o Sagrado

Viçosa do Ceará


 


Dados Biográficos

Voltar para INDEX


Nasci Verônica Maria Mapurunga de Miranda em Viçosa do Ceará, em noite junina de 1956. Quando adolescente continuei meus estudos em Fortaleza-Ce, onde resido atualmente.

 Graduei-me em História e abracei as Ciências Sociais fazendo incursões pelo campo da questão agrária, em pesquisa e assessoria.

Aos 40 descobri-me, também, como artista, iniciando uma trajetória que pretendo seja longa, profícua e alegre.Veja meu trabalho.

      www.veronicammiranda.com.br/portal.htm


CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DE VERÔNICA MARIA MAPURUNGA DE MIRANDA/ DESDE AGOSTO DE 1999

SITE MELHOR VISUALIZADO COM INTERNET EXPLORER 


Artesanias de Verônica Miranda - www.veronicammiranda.com.br

A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE SITIO NÃO ESTÁ PERMITIDA

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS